Organize sua vida!

Missão nada fácil, e muitas vezes frustrante. O sentimento de descontrole diante inúmeras obrigações, preocupações e compromissos e de ansiedade frente às infindáveis pendências são bem frequentes em uma geração que parece ter como condição obrigatória a sobrecarga e o estresse.

A ansiedade é resultante de um ponto fraco do nosso cérebro: ele falha em se lembrar e falha em se esquecer. Nossa mente se cansa porque não consegue lembrar tudo que precisamos fazer e por outro lado não consegue esquecer o que ainda não foi feito. Como lâmpadas acesas,  estão “ligados” no nosso cérebro os  assuntos em andamento como também os assuntos protelados. David Allen, um especialista em organização de rotinas, afirma que “quanto mais você põe algo na cabeça menos você faz algo a respeito”.

O primeiro passo que ele sugere é: esvazie sua mente. Esvaziar significa na prática listar toda a “tralha” que está lhe consumindo energia, desde assuntos complexos,   como “mudar de emprego”, a uma simples tarefa, como “cortar cabelo”. Não esvaziando, seu cérebro fica constantemente lhe acionando uma luz vermelha, indicando que há algo pendente. Essa “luz” lhe rouba, além de energia, a paz, o sono e, consequentemente, sua qualidade de vida. Isso é o que chamamos de preocupação, um pensamento que consome muita energia mas pouco impacta em termos de solução e ação. Se tivéssemos a garantia que quanto mais nos preocupássemos com alguma coisa, mais chances teríamos de resolvê-la, valeria muito a pena nos preocuparmos. No entanto, geralmente acontece justamente o contrário.

Para se organizar, é preciso agir. O segundo passo é: defina qual é a próxima ação. Muitas vezes tornamo-nos pouco produtivos porque listamos uma série de assuntos pendentes com pouca definição de ações específicas. Por exemplo, se você tem um assunto com o título “vender casa”, mais interessante seria você reescrever o título envolvendo uma próxima ação específica, como “ligar para corretor”. Quando se adota uma cultura de “qual é a próxima ação?” como questão fundamental, há um aumento automático na energia, na produtividade, na clareza e no foco.

Mas nem tudo que você listou poderá ser feito em uma mesma semana. Para evitar uma sobrecarga, reduza seu consumo de energia. Defina qual será seu foco da semana, apague algumas lâmpadas ou as coloque no modo “stand by”. Quando você deliberadamente adia algum assunto e o insere no seu calendário em data futura, o cérebro já não mais acionará a luz vermelha, pois foi dado à sua mente o comando que esse assunto não precisa ser lembrado no momento.

Não tenha a expectativa de organizar toda a sua vida em um dia. Comece pelo mais simples. Certamente tem “lâmpadas acesas” na sua lista que levam menos de 5 minutos para serem apagadas. Pergunte-se sempre quem pode lhe ajudar. De repente há tanto para se delegar. Não se iluda, sozinho não dá. E se por acaso você se perceber novamente sem controle, sobrecarregado ou perdido sem saber por onde começar, volte para o início do processo e recomece. Agora esvazie sua mente, ajude o seu cérebro a lhe ajudar, eleja seu foco da semana e mãos a obra!

O segredo de progredir é começar. O segredo de começar é dividir tarefas árduas e complicadas em tarefas pequenas e fáceis de executar, e depois começar pela primeira” Mark Twain

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.