Mas afinal, o que é Delegar?

Afinal o que é delegar?

No Dicionário da Língua Portuguesa, delegar é “transmitir poderes; investir na faculdade de proceder em nome de outrem; incumbir”. Já para o autor paulistano Idalberto Chiavenato, a delegação é um “processo de transferir autoridade e responsabilidade para posições inferiores na hierarquia”.

O Pocket Mentor da Harvard Business Press diz, por outro lado, que na delegação não há transferência de responsabilidade, podendo haver somente transferência de controle e autoridade. É o que afirma Mônia Heuser, diretora da Construtora Mota Machado: “A responsabilidade não deve ser delegada, mas sim compartilhada”, reitera.

Portanto, nessas definições estão inseridos alguns conceitos importantes sobre os quais devemos refletir:

  • O ato de delegar envolve a transferência de poderes e deveres;
  • Delegar é permitir que alguém aja em nome de outrem;
  • Delegar não isenta o líder da responsabilidade sobre o que foi delegado.

Tenho percebido que um dos objetivos que a maioria dos executivos mais aspira é a capacidade de delegar algo a alguém e ter a segurança de que a atividade será cumprida no seu mesmo padrão de qualidade e no prazo acordado. Eles desejam aprender métodos de monitoramento “desburocratizados” e formas de “vender” a atividade delegada como uma oportunidade de evolução, pois geralmente os colaboradores a entendem como “uma coisa a mais” em suas rotinas de trabalho.

A delegação representa, para esses executivos, uma oportunidade de transição das atividades operacionais para questões estratégicas.

E você?

O quanto você considera delegação importante na sua vida? O que você realmente deseja alcançar desenvolvendo essa competência? Onde você quer chegar, afinal?

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.